Rachel Sherezade renova com o SBT e deve voltar a dar opiniões

Após rumores de sua saída do SBT para assumir a bancada do Jornal da Band, a jornalista Rachel Sheherazade assina por mais quatro anos com a emissora de Silvio Santos.
Sheherazade, apresentadora do SBT Brasil, tem enfrentando dificuldades com seus colegas de trabalho por conta de suas opiniões conservadoras ao mesmo tempo que enfrenta um processo movido por parlamentares de esquerda.
Apesar desses críticos, a jornalista paraibana tem a confiança do dono do SBT que já lhe garantiu que seu espaço de opinião voltará a ser exibido.
“É interesse da emissora que as opiniões voltem. Não sei se após as eleições, eles não me falaram de prazo. Mas o próprio Silvio Santos me falou que eu ficasse tranquila, pois as opiniões irão voltar”, disse elapara o blog de Felipe Moura, na Revista Veja.
A âncora sabe que suas opiniões e as do seu colega da bancada, Joseval Peixoto, são os atrativos do jornal que tem conquistado boa audiência desde a contratação de Rachel.
Outra opção para o futuro de Rachel no SBT seria a criação de um programa onde ela poderia emitir as opiniões. “Eles estão pensando num programa que aborde temas polêmicos e que possa trazer opiniões conflitantes de especialistas e também de leigos, mostrando uma variedade de pontos de vista. A conclusão do programa traria a minha opinião. Mas nada está definido. Acredito que, com o contrato assinado, vamos sentar para pensar o programa. Cada coisa ao seu tempo”.

Futuro na Band seria incerto

Além de se sentir segura com a posição de Silvio Santos, Rachel Sheherazade não conseguia saber sobre as possibilidades de trabalho que teria na Band, o que também contou na hora de decidir permanecer no SBT.
“A proposta da Band me deixou dividida quanto ao meu futuro, mas não foi adiante. Não senti segurança no projeto que eles tinham para mim na emissora. Não ficou claro onde iria atuar: se faria bancada com o Boechat, se iria para o Café com Jornal, ou se estaria junto com o Boris Casoy. Diante das incertezas, achei melhor optar por não trocar de casa”, afirmou.
A decisão final veio mesmo depois que a jornalista conversou com o dono da emissora. “Quando conversei com o Silvio e ele me disse que as opiniões voltariam em breve, senti mais segurança na proposta do SBT”, revelou Raquel.
Ela afirmou também que tinha medo de ser apagada como uma pessoa de opinião, característica que a fez se destacar na TV brasileira.