Pastor Russell Shedd morre aos 87 anos em São Paulo


Falecimento Russell Shedd
O pastor Russell Shedd, 87 anos, faleceu na madrugada deste sábado, 26 de novembro, em decorrência de problemas de saúde. Na última sexta-feira, 25 de novembro, rumores de sua morte foram espalhados nas redes sociais, e desmentidos. No entanto, a editora que o próprio Shedd fundou confirmou sua morte na manhã deste sábado.
Shedd havia se submetido a um tratamento de câncer de próstata em agosto deste ano, e na última semana, ao receber uma visita de membros da Igreja Batista de Atibaia, afirmou que sentia-se próximo do fim de sua jornada terrena.
“Meus irmãos e amigos, realmente eu não sei o que dizer sobre sofrimento, por causa do fato que eu nunca sofri quase nada, até esses últimos três, quatro meses. Realmente, é uma experiência muito boa, porque a gente sente se desmamando do mundo e pronto para subir. Graças a Deus, Cristo sofreu em nosso lugar para que nós possamos, também, aproveitar a grandeza do Seu amor por nós […] II Coríntios, 4:16: o sofrimento deste mundo é muito pouco em comparação com aquela alegria que nós sentiremos na presença de Deus”. 
A Minha Esperança - Russell Shedd



Dr. Russell Shedd comenta problemas de saúde e diz que o sofrimento nos aproxima de Deus
Nota de pesar
A Edições Vida Nova, editora fundada por Shedd, confirmou a morte de Shedd em uma nota de pesar publicada em sua página no Facebook, lamentando a partida do renomado teólogo e escritor, e lembrando seu compromisso com o ministério ao longo de sua vida.
“Com enorme pesar, informamos que nosso fundador e presidente emérito, o dr. Russell Phillip Shedd, faleceu na madrugada de hoje.
Juntamente com a igreja brasileira, lamentamos profundamente a perda deste servo valoroso, que deixará uma lacuna irreparável. Ainda assim, alegramo-nos no Senhor por saber que ele, tal como o Apóstolo Paulo, combateu o bom combate, terminou a carreira, guardou a fé e tem reservada para si a coroa da justiça.
Fiel mensageiro da Palavra, o dr. Shedd foi incansável em seu ministério, tendo percorrido todo o Brasil como conferencista e professor, pregando e palestrando em congressos, igrejas, seminários e faculdades de Teologia. Foi exemplo extraordinário de uma vida de amor à Palavra. A literatura e o ensino teológicos no Brasil devem muito à incansável, inspiradora e comovente dedicação desse grande servo de Deus.
Ele deixa a esposa, dona Patricia Shedd, com quem foi casado por 59 anos, além de 5 filhos (Timothy, Nathanael, Pedro, Helen e Joy), 14 netos (Laura, Kelley, Rebecca, Katherine, Leander, Cayenne, Henry, Jonathan, Michael, Stephanie, Evelyn, Scott, Susan e Katie) e uma bisneta (Izabella).
O velório será a partir de amanhã (27/11) na Igreja Bíblica Evangélica da Comunhão, Rua Tito 240, Vila Romana – São Paulo. O enterro será na próxima quarta-feira (30/11) no Cemitério da Paz, Rua Doutor Luiz Migliano, 644, São Paulo”.

Trajetória

Em um breve relato da vida e da obra de Russell Philip Shedd, a editora destacou detalhes da jornada de vida e ministerial do pastor, que chegou ao Brasil em 1962. “Somos profundamente gratos a Deus pela forma maravilhosa em que usou o dr. Shedd para influenciar e impactar a todos a quem ele teve a oportunidade de discipular, usando-o também por meio de aulas e palestras e dos muitos livros escritos ou editados por ele. Com certeza, seu exemplo e ensino serão seguidos por muitos anos. Todos os que o conheceram só podem dizer, juntamente com ele, Soli Deo gloria!”, diz trecho da nota.
Cidadão norte-americano, Shedd nasceu em Aiquile, pequena cidade boliviana, no ano de 1929, enquanto seus pais, Leslie Martin e Della Johnston, faziam missões entre os índios.
“Aos dez anos de idade, já falava espanhol, inglês e aprendera também o dialeto local. A semente de seu amor à Palavra germinou já na mais tenra infância, quando o menino acompanhava os pais, Leslie e Della Shedd, ambos missionários, em percursos evangelísticos pelas aldeias da Bolívia.
No início da adolescência, volta com os pais e irmãos para os Estados Unidos e cursa o segundo grau em duas instituições: Westervelt Home e Wheaton College Academy. Depois disso, a profunda sede pelo conhecimento da Palavra leva o jovem Shedd a uma intensa jornada de cursos. Primeiro, estuda Teologia no Wheaton College, onde recebe o grau de bacharel com especialização em Bíblia e Grego. Depois, decide fazer um mestrado em estudos do Novo Testamento na Wheaton College Graduate School. Muda-se então para o estado da Filadélfia e matricula-se no Faith Seminary, onde adquire o título de mestre em Teologia, em 1953. Dois anos depois, aos 25 anos de idade, conquista o grau de doutor em Filosofia (PhD) na renomada Universidade de Edimburgo, na Escócia. Em 1955, volta para os Estados Unidos e aceita o cargo de professor no Southeastern Bible College, em Birmingham, no estado do Alabama, onde conhece uma aluna, Patricia Dunn, com quem viria a se casar em 22 de junho de 1957.
Tendo os olhos e o coração voltados para a obra missionária, em 1959 o jovem casal é enviado pela Conservative Baptist Foreign Mission Society (CBFMS) para Portugal. Ali, Russell Shedd recebe com grata satisfação o encargo de acompanhar um ministério de literatura em formação. Denominado “Edições Vida Nova”, esse ministério fora fundado com o propósito de fornecer textos teológicos básicos e obras de referência bíblica para estudantes, professores e pastores.
Passados três anos, Russell Shedd e os demais missionários notaram que o programa de publicações sofria duas sérias limitações: os altos custos de impressão e a baixa e lenta demanda dos livros na minúscula comunidade evangélica portuguesa. Após muitas orações e deliberações, os olhos dos missionários voltam-se para um país do outro lado do Atlântico, com uma comunidade evangélica maior e em franco crescimento, contando ainda com a possibilidade de baixos custos na produção editorial. O plano inicial era que Russell Shedd ficasse dois anos no Brasil com o objetivo de implantar uma ação editorial em São Paulo e depois voltasse para Portugal.
Em agosto de 1962, o casal Shedd chega ao Brasil, onde permanece, sem retornar a Portugal, e onde Russell Shedd passa a ensinar e a inspirar amor à Palavra de Deus, dando continuidade ao ministério de Edições Vida Nova. Ele sempre se dedicou de corpo e alma ao estudo e ao ensino das Escrituras, seja na área do ensino teológico, seja na área de publicação de livros evangélicos que facilitassem a compreensão e o conhecimento das Escrituras, sendo mais de 25 deles de sua autoria. Por muito tempo esteve à frente do ministério de Edições Vida Nova e, embora há vários anos tivesse passado a presidente emérito, jamais deixou de amar e participar dessa obra. Também atuou como consultor da Shedd Publicações. Sua influência perdura até hoje mesmo depois de aposentado, sendo um ativo influenciador de líderes e membros da igreja brasileira.
Na Faculdade Teológica Batista de São Paulo foi professor de Novo Testamento e diretor do Departamento de Novo Testamento e Exegese. Lecionou também em outras renomadas instituições ao redor do mundo”.

Fonte: Gospel Mais
O pastor Russell Shedd, 87 anos, faleceu Um homem que deixo uma grande e importante contribuição para o evangelho com exemplo de vida, obra missionaria e literária. Na madrugada deste sábado, 26 de novembro, em decorrência de problemas de saúde. No entanto, a editora que o próprio Shedd fundou confirmou sua morte na manhã .

Um comentário:


  1. Sou Viviana Bengelsdorff Regueiras Leal.

    Vivo em Portugal.
    Sou mulher de um pastor Baptista - Jorge Leal - e irmã de um pastor baptista - João Serafim Regueiras.

    Conheci, fui amiga, e visita, da casa do Dr. Shedd e da Dª Patrícia, quando eles estiveram em Portugal. Eles residiam aqui bem perto de onde vivo hoje.
    A melhor recordação do Dr. Shedd, é dele pregando a Palavra Sagrada, na casa dos meus pais; uma humilde casinha numa pequena aldeia aqui perto de Sintra. Pregava à luz de um candeeiro de petróleo. Uma vez por semana ele lá estava.
    Foi nessa altura que nasceu o seu 2º filho, que eu, como aluna de enfermagem "ajudei a cuidar". Recordo que ele nasceu com o pézinho boto - um pouco virado para dentro, pelo que tenha que usar uma tala de gesso. Depois, ficou bem.

    A Dª Patrícia era uma senhora muito linda! Com uma pele muito branca e muito fina. Recordo-me que me contou como conheceu e casou com o Dr. Shedd. Ela disse-me que foi aluna dele.

    Tenho gratas, belas e inesquecíveis recordações desse maravilhoso e exemplar casal cristão.

    Aqui em Portugal, foi anunciada esta segunda -feira, numa reunião de oração de pastores, o falecimento do Dr. Shedd. Foi o meu marido. que estando nessa reunião, me deu a notícia. Fiquei muito triste. Porém, depressa compreendi que para aquele esforçado e querido irmão, o que o esperava era bem melhor e mais importante, do que mais algum tempo aqui. Rendo infinitas graças a Deus por a sua preciosa vida. Oro para que o Deus de amor, console e conforte a Dª Patricia e os restantes familiares.
    Viviana B.R. Leal (vivianabengelsdorff@gmail.com)

    ResponderExcluir